IDEAS e Fatec CB em parceria pelo desenvolvimento sustentável


Data de publicação: 13 de novembro de 2013

O IDEAS E FATEC – CB EM PARCERIA PELO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

O IDEAS – Instituto de Desenvolvimento Ambiental Sustentável é uma organização não governamental e sem fins lucrativos, que tem como missão o “desenvolvimento sustentável, por meio de ações que visam ao resgate da identidade cultural, à melhoria da qualidade de vida e à conservação dos recursos naturais”.

Fundado em 2006, o IDEAS, surgiu de pessoas com ideais comuns e a partir de conceitos diferenciados, com uma gestão participativa e transparente. O Instituto tem por objetivo desenvolver programas, projetos, ações e compensações socioambientais que fomentem a sustentabilidade, a igualdade social e a proteção da biodiversidade. O seu território de atuação é o Bioma Mata Atlântica, com início na bacia hidrográfica do Rio das Almas.

O IDEAS é movido pela causa socioambiental, que o impulsiona a exercer sua missão. Dentre os trabalhos desenvolvidos pelo Instituto, destaca-se o Monitoramento e Avaliação da Vegetação para a Companhia de Cimento Ribeirão Grande – CCRG, realizado em parceria com a Faculdade de Tecnologia de Capão Bonito – Fatec CB, nas áreas de influência da Mina Limeira na qual encontra-se o Continuum Florestal, Depósito Controlado de Estéril Barro Branco e áreas de restauração na Fazenda Intermontes em Ribeirão Grande.

O Monitoramento surgiu da necessidade de medir os impactos e suas interferências no meio natural em consequência das atividades minerárias; e tem como objetivo direto realizar uma efetiva avaliação das possíveis alterações na dinâmica sucessional, na composição florística e monitoramento das áreas de restauração florestal acompanhando o seu processo ecológico. Já indiretamente objetiva incentivar pesquisas científicas, aprimoramento profissional.

Em março de 2010, o IDEAS assume os trabalhos e articula uma parceria com a Fatec CB, formalizando um convênio de estágio, a fim de gerar maiores oportunidades aos estudantes do município, pois poderão colocar em prática o conhecimento adquirido, sendo assim, de se aprimorarem para o mercado.

Para realização do Monitoramento são utilizadas diferentes técnicas e são delimitas áreas de pesquisa conhecidas como parcelas de 10m x 10m, que totalizam 104 parcelas analisadas. Em cada parcela, uma vez por ano, são realizadas medições de altura, de circunferência a altura do eito – CAP, e identificação das espécies dos indivíduos arbóreos. Os dados coletados são tabulados e analisados com o auxílio do programa Fitopac, considerando os parâmetros florísticos e fitossociológicos. O programa fornece as seguintes informações: densidade, dominância e frequência absoluta e relativa, índices de valor de cobertura e importância, número de indivíduos por espécie, área amostral e o total de indivíduos amostrados.

Os resultados obtidos são de alta relevância socioambiental, pois foi por meio do monitoramento que se concluiu que as atividades minerárias não estão alterando a dinâmica natural da vegetação ao entorno da Mina Limeira e no acesso ao Depósito Controlado de Estéril Barro Branco. Na Fazenda Intermontes, foi identificado êxitos na recuperação.

Além das áreas citadas anteriormente, também é realizado desde maio de 2011 o monitoramento de todas as áreas de recuperação florestal do Projeto Agroecológico desenvolvido pelo IDEAS, onde são utilizados o Sistema Agroflorestal – SAF e a recuperação convencional, nas cidades de Capão Bonito, Ribeirão Grande e São Miguel Arcanjo.

Os objetivos desse monitoramento são de levantar informações sobre a evolução das mudas plantadas e da cobertura do solo, bem como desenvolver indicadores socioeconômicos dos produtores envolvidos, e avaliar os processos ecológicos do Projeto.

O Projeto Agroecológico prevê a recuperação de 411 hectares por meio de sistemas que possibilitam a exploração sustentável e a geração de renda ao produtor, possibilitando a mudança de paradigma de que área de vegetação nativa é área improdutiva.

 

 Faça parte desta ideia, cadastre-se já no nosso site.

 

Presidente: José Gilberg da Cunha
Coordenador Executivo: Paulo Henrique da Silva Queiroz
Texto: Coordenadora do Programa de Comunicação e Marketing: Michele de Souza
Coordenador do Projeto Agroecológico: Rafael José Navas da Silva.